Previna-se de tudo que pode prejudicar o seu coração!

 

Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), 80% das causas de doenças que afetam o coração são fatores que podem ser prevenidos com uma simples mudança de hábitos de vida e check-up com um cardiologista, para auxiliar no controle desses fatores.

O check-up cardiológico é realizado através de exames clínicos, anamnese, exame físico e alguns exames complementares conduzidos pelo cardiologista. Dessa forma, o objetivo é prevenir doenças cardíacas e acompanhar a sua evolução, caso ela já exista.

Os principais exames que costumam ser feitos são:

Exames laboratoriais: dosagem de níveis de colesterol, triglicérides e glicemia são os mais relacionados, mas outros também podem ser solicitados de acordo com os dados clínicos verificados.

Eletrocardiograma: avalia o ritmo do coração, distúrbios na condução elétrica, sobrecargas das câmaras do coração e alterações da repolarização, como a isquemia miocárdica, etc.

Teste Ergométrico (teste de esforço): avalia o funcionamento cardiovascular do paciente quando submetido ao esforço físico. Pode evidenciar alterações que motivem a continuação da investigação complementar e mesmo detectar isquemia miocárdica assintomática. Também é muito importante para a programação da atividade física a ser instituída.

Outros exames complementares também podem ser solicitados. Isso varia de acordo com cada paciente e com a investigação conduzida pelo Cardiologista.

Quando há histórico familiar de doença do coração, obesidade, hipertensão, colesterol alto, diabetes ou outro fator de risco, a recomendação é fazer o check-up cardiológico a partir do início da “vida adulta” – aos 20 anos de idade, aproximadamente. Na ausência desses fatores, em geral, o indicado é que os homens incluam o check-up na rotina médica a partir dos 35 anos. As mulheres, por sua vez, devem iniciar aos 40 anos. Estando tudo bem na avaliação cardiológica, os retornos podem ser feitos anualmente.

No entanto, em caso de variação no estado geral de saúde no período entre uma consulta e outra, o Cardiologista deve ser procurado. Lembramos que algumas doenças do coração são assintomáticas e só se manifestam quando em fase crítica. Por isso, prevenir é sempre importante.

Lembrando, que além do acompanhamento do cardiologista e dos exames realizados, ingerir bastante água, alimentos mais saudáveis e realizar atividades físicas leves, também auxiliam no bem-estar do coração.

Cuidar da saúde é coisa séria! Entre em contato com uma de nossas clínicas parceiras e agende o seu check-up com descontos imperdíveis!

Ainda não tem o nosso cartão? Clique aqui e peça já o seu!


Veja Também